Graduação

O curso de Farmácia da Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP) foi criado pela Lei Provincial Nº 140, de 04 de abril de 1839, e suas atividades de ensino foram iniciadas em setembro de 1840. Atualmente é ministrado no Campus Morro do Cruzeiro, em Ouro Preto - MG, nas unidades acadêmicas do Instituto de Ciências Exatas e Biológicas (ICEB) e da Escola de Farmácia (EFAR).


O curso é presencial e diurno, com ingresso de 50 estudantes a cada semestre letivo através do Sistema de Seleção Unificada (SiSU). As vagas residuais são preenchidas por meio de processo seletivo único para reingresso, transferência, obtenção de novo título (Portador de Diploma de Graduação/PDG) e reopção de curso. O tempo mínimo para integralização corresponde a 10 semestres letivos e o tempo máximo de 15 semestres letivos, para estudantes ingressantes pelo SISU.


Desde 2006 o egresso recebe o título de Farmacêutico Generalista na modalidade Bacharelado. Esse profissional está apto a atuar em todos os níveis da atenção à saúde com base no rigor científico e intelectual, capacitado ao exercício de atividades referentes aos fármacos e aos medicamentos, às análises clínicas e toxicológicas, e aos alimentos, pautado em princípios éticos e na compreensão da realidade social, cultural e econômica do seu meio, dirigindo sua atuação para a transformação da realidade em benefício da sociedade.

 

 

 

Áreas de Atuação:

 

 

1– ASSISTÊNCIA FARMACÊUTICA

O farmacêutico que atua nesta área é responsável por ações voltadas à promoção, à proteção, e à recuperação da saúde, tanto individual quanto coletiva, tendo o medicamento como insumo essencial, que visa promover o acesso e o seu uso racional. Tem papel importante na seleção, programação, aquisição, distribuição, dispensação, garantia da qualidade dos produtos e serviços, acompanhamento e avaliação de sua utilização, na perspectiva da obtenção de resultados concretos e da melhoria da qualidade de vida da população.

 

2-ANÁLISES CLÍNICAS

O farmacêutico analista clínico atua na realização de exames laboratoriais e toxicológicos; pesquisa e extensão na área de análises clínicas e toxicológicas; gerenciamento de laboratórios; planejamento e gestão em serviços farmacêuticos no setor; atuação como docente em farmácia bioquímica clínica; magistério superior; assessoria e consultoria em análises clínicas e na área de garantia da qualidade em laboratórios clínicos, além da citopatologia. A área de Análises Clínicas e Toxicológicas é um setor que exige dos responsáveis técnicos farmacêuticos dos laboratórios muita responsabilidade e ética no cumprimento de seus deveres. A RDC n° 302 da ANVISA traz em seu texto normas que obrigam aos profissionais responsáveis por serviços de análises a prestarem serviços com qualidade.

 

3-INDÚSTRIA FARMACÊUTICA

O farmacêutico industrial é um profissional que atua na indústria farmacêutica, sendo atribuídas a ele funções que englobam desde a compra de matérias primas para a produção de medicamentos até a etapa final de embalagem e expedição dos produtos fabricados. Dentre as áreas da cadeia de produção de medicamentos podemos citar também os setores de controle de qualidade, supervisão de produção, desenvolvimento de novos produtos, garantia da qualidade, assuntos regulatórios e farmacovigilância - locais onde este profissional deve atuar. São também atribuições, o aperfeiçoamento dos processos fabris vigentes e o desenvolvimento de novos fármacos.